SOCALCOS

Novas Datas

Duração do Espectáculo

Apro. 75 minutos

Classificação Etária

M/6

SINOPSE

Quem construiu os socalcos do vinho do Porto? Foram os Titãs, respondem
alguns, recorrendo à Mitologia. Outros dizem de forma talvez vaga que foi o
Homem. Outros ainda, mais prosaicos, afirmam sem hesitar que foram os
socalqueiros.
Nós não avalizamos nenhuma das três respostas, mas respeitamos e
registamos todas. E para ajudar a uma melhor resposta, recorremos a um conto
de Soeiro Pereira Gomes que fala no trabalho brutal e maravilhoso que foi a
edificação desses mesmos socalcos.
Quem construiu os socalcos do Douro? Foi também a pergunta recorrente do
Barão de Forrester, durante as repetidas incursões topográficas que
empreendeu, até desenhar o monumental Mapa do Douro Poruguez e Paiz
Adjacente.
O espetáculo “Socalcos” acompanha uma dessas viagens pelo interior de entre
Douro e Minho, com personagens tão inesperadas como o jovem Serpa Pinto,
também ele amante da topografia, o salteador Zé do Telhado, também ele
amigo dos solares ricos da região, o Abade de Jazente, recordado em alguns dos
seus poemas, e, como personagem principal, a gente do povo das paragens do
Tâmega e Sousa. A música e a culinária, claro, são sempre companhia durante o percurso.

As peripécias da viagem são narradas pelo homem que veio a salvar a
Ferreirinha da ira das águas do rio, no naufrágio onde morreu “a Gertrudes,
um thesouro que a voragem engoliu”, nas palavras do seu amigo Camilo
Castelo Branco.

EQUIPA
Texto José Carretas
Encenação Paulo Duarte
Interpretação Adolfo Campos, António Magalhães, Daniel Figueiredo, Dóris Marcos, Eduardo Correia, Francisco Magalhães, Frederico Duarte, Jorge Pereira, Mafalda Canhola, Natércia Seixas, Pereira da Silva, Teresa Seco
Cenografia José Carretas
Direção musical Daniel Figueiredo
Desenho de luz Paulo Duarte
Construção de cenários Carlos Cal e Conceição Almeida
Figurinos Ana Limpinho
Direção de cena Abel Duarte
Produção Abel Duarte
Comunicação Joana Miranda

254 689 352 (chamada para rede fixa nacional) 

cleansafe_Teatro Montemuro
rp-cultura
castro daire logo