SERÕES NA SERRA | 26 OUT

26 de outubro de 2019 às 21H00

Local: Auditório de Castro Daire (R. Luís de Camões, 3600-100 Castro Daire)

Classificação etária M/ 12 anos duração 60 min.

Informações teatromontemuro@gmail.com  |  254 689 352

Num armazém vazio de mercadoria, nada é mais legítimo do que pensar-se que o stock são os próprios empregados; neste caso, o Senhor Lino e o Nin. E, se os empregados são relegados à condição de mercadoria, estamos perante uma perversão evidente: sobre eles passa a imperar as leis de mercado em vez das leis laborais, criadas com o intuito de lhes assegurar a tal dignidade, entretanto abdicada em prol de uma soldada, supostamente atribuída em paga dos seus préstimos. Este texto, apesar de uma aparente singileza, coloca-nos perante algumas questões essenciais, quer por sugestão, quer por identificação. Questões essas que versam fundamentalmente a cerca da dignidade humana. Ficamos perante um impasse, que pode ao mesmo tempo ser de ordem puramente filosófica, como um pouco mais determinista e pragmática: Será mesmo que o trabalho dignifica o Homem?

Texto, Dramaturgia e Encenação David Desola 
Tradução Afonso Becerra e Diana Vasconcelos
Encenação Flávio Hamilton
Assistência de Encenação Samuel Gomes
Interpretação Pedro Carvalho e Jimmy Nunez
Participação em Vídeo Daniela Pêgo
Espaço Cénico Eduardo Abdala e Flãvio Hamilton
Design Gráfico, Vídeo e Pesquisa Sonora André Rabaça
Construção Cenográfica José Lopes
Direcção Artística do Teatro Art’Imagem José Leitão
Produção Sofia Leal e Daniela Pêgo

Teatro Art’imagem

Próximo Serões na Serra:

24 NOV | “Fogo”